1 de outubro de 2014

Retrô - A última vez

No GP do Canadá em 1991, a vitória estava nas mãos de Nigel Mansell.

O Leão comprovava na pista que a Williams projetada pelo recém contratado, Adrian Newey, era uma máquina com muito potencial, tanto que dominou os dois anos seguintes...

Mas voltando ao tema, Nigel Mansell abriu a última volta com uma vantagem de 50 segundos para a Benetton de Nélson Piquet, o segundo colocado. Parecia impossível perder...

Achando que a vitória estava no bolso, o Leão baixou o ritmo e começou a acenar para a arquibancada. Diminuiu tanto, que o computador do seu carro entrou em pane, desligando todos os sistemas...

Mansell ficava pelo caminho na última volta, e Nélson Piquet assumia a ponta para receber a bandeira quadriculada pela última vez, a frente de seus pares.

No pódio, Piquet se deliciava com o episódio.

Dizem que o brasileiro quase não conseguiu abrir o champagne, tamanho foi o acesso de riso...

30 de setembro de 2014

Tudo certo, nada resolvido (2)

Os rumores sobre o futuro de Fernando Alonso continuam a fervilhar...

Está claro que o piloto espanhol é a chave do mercado de pilotos. A partir da sua decisão,o efeito dominó terá inicio...

A quem diga que estaria tudo certo entre o piloto e a equipe McLaren, e mais, dizem que o anúncio oficial será feito neste final de semana, no circuito de Suzuka. Até porque, quem passou o cheque para quitar a multa contratual devida a Ferrari, foi a Honda. Ao menos, essa é a informação que chega da Itália...

Por outro lado, um conceituado jornalista suiço afirma que Alonso teria aceitado a proposta do bilionário canadense Lawrence Stroll para se juntar a Lotus, como piloto e sócio. Com o apoio de Flavio Briatore.

Já os italianos da Ferrari, garantem que o espanhol permanecerá em Maranello. No último final de semana em Cingapura, Fernando Alonso jantou com seus mecânicos e assegurou que não deixará a Rossa.

E como se não bastasse, circula a informação sobre a possível troca entre Red Bull e Ferrari, envolvendo Alonso e Vettel...

De todos esses rumores, arriscaria dizer que a possibilidade de Alonso retornar para a McLaren cresce consideravelmente.

Alguns indícios estão no ar...

Do nada, a McLaren resolveu colocar a foto de Fernando Alonso no rol dos pilotos célebres que guiaram pelo time inglês. Para aqueles que não lembram, até outro dia, o espanhol era "persona non grata" em Woking...

Flávio Briatore, empresário do espanhol, reconhece que a relação entre Alonso e Ron Dennis foi complicada no passado, mas acena que o futuro poderá ser diferente...

Por fim, nunca é demais lembrar que a Honda insiste na contratação de um piloto de alto nível. Os japoneses sabem que isso poderá fazer toda a diferença para o sucesso no retorno a categoria...

A etapa na Terra do Sol Nascente promete ser interessante, dentro e fora das pistas...

29 de setembro de 2014

Retrô - O substituto

Um momento na história da F-1, Jean Louis Schlesser pilotando a Williams em Monza, 1988.

Não que o piloto francês tenha barbarizado na corrida, muito pelo contrário...

Largando no fundão, o substituto de Nigel Mansell seguia tranquilamente em sua corrida sem chamar a atenção, mas a duas voltas do fim, acabou se enroscando com o então líder Ayrton Senna, quando tomava uma volta do brasileiro...

No fim das contas, o piloto francês entrou para a história por interromper a sequência de vitórias da equipe McLaren.

Vale lembrar que o GP da Itália foi a única corrida que a equipe McLaren não venceu em 1988. Foram 15 vitórias em 16 corridas. Foi uma temporada fantástica...

Com Prost e Senna fora do caminho, a Ferrari fez dobradinha. Gehard Berger e Michelle Alboreto fizeram a alegria dos tiffosi

Reza a lenda que  Jean Louis Schlesser ganhou uma estátua em Monza.

28 de setembro de 2014

Lorenzo vence corrida maluca

A corrida realizada neste domingo, no circuito de Aragón, na Espanha foi alucinante.

A prova que anotou o reencontro de Jorge Lorenzo com a vitória e celebrou a corrida de número 800 da história da categoria, foi marcada por inúmeras ultrapassagens, tombos em série e com direito a chuva nas voltas finais...

Foi uma verdadeira corrida maluca.

Só para ter uma ideia, Valentino Rossi, Dani Pedrosa e Marc Márquez foram ao chão...

A disputa pelo segundo posto entre Alex Espargaro e Cal Crutchlow foi intensa até linha de chegada. Os pilotos receberam a bandeirada lado a lado, enroscando as carenagens. No fim das contas, Espargaro ganhou a disputa por meio pentelésimo de segundo.

A quatro voltas do final, a vitória parecia nas mãos de Marc Márquez. Parecia...

Porém, a insistência em permanecer com pneus slicks numa pista que ficava mais molhada a cada volta, custou caro ao jovem espanhol. Um erro pautado pelo excesso de confiança, é verdade...

Mas, faz parte do aprendizado de qualquer piloto. Situações como essa, ensinam muito.

Nunca é demais lembrar, que esta é apenas a segunda temporada de Márquez na categoria Rainha do motociclismo. Enquanto Valentino Rossi anotou seu 308ª GP, Marquez completou apenas a sua 32ª participação na MotoGP.

No Mundial, Marquez segue folgado na liderança, com 292 pontos. Dani Pedrosa mantém a segunda colocação com 217, seguido de Valentino Rossi com 214 pontos.

A próxima etapa acontecerá no próximo dia 12 de outubro, no Japão.


26 de setembro de 2014

Brabham o retorno?


O filho do lendário tricampeão Jack Brabham sonha em fazer renascer a icônica equipe Brabham.

Inicialmente, David Brabham projeta estabelecer uma equipe para participar do Mundial de Endurance, também conhecido como WEC, sonhando em retornar a F-1 num futuro distante...

No entanto, para colocar tudo em prática, o herdeiro de Black Jack lançou uma campanha na internet Project Brabham  para arrecadar parceiros e obviamente o numerário necessário para a reestruturação da equipe.

A princípio, David Brabham projeta arrecadar a quantia de  400 mil doletas para a construção de uma nova fábrica para a Brabham Racing. Segundo o próprio, até o momento o projeto arrecadou 40% do valor estimado.

Com essa grana, não dá para fazer quase nada. Só para ilustrar, não daria nem para fazer um temporada inteira na Stock Car.

Se vai dar certo a iniciativa, é uma outra estória. Mas, quem sabe...

Seria interessante rever um nome com esse peso retornar ao esporte a motor.

Um pouco de história...

A equipe Brabham Racing nasceu em 1961. Fundada por Jack Brabham, permaneceu na F-1 até a temporada de 1992, onde venceu quatro Mundiais de Pilotos e dois de Construtores. Em 402 GPs a equipe Brabham conquistou 35 vitórias, 40 poles e 124 pódios.

Entre os campeões pela lendária escuderia estão Jack Brabham (1966), Danny Hulme (1967) e Nelson Piquet (1981 e 1983)


25 de setembro de 2014

30 anos

Neste ano, a travessia a remo do Atlântico realizada por Amyr Klink, um dos heróis deste blog, completa 30 anos. Foram exatos "Cem dias entre céu e mar". Na entrevista Amyr relembra detalhes da aventura. Vale o clique.